Viajando sozinha em segurança

Muitas pessoas tem me perguntando se é seguro viajar sozinha. Como essa questão deve ser uma dúvida de muita gente, resolvi escrever um artigo com dicas de como se manter segura na viagem e também sobre minhas experiências quando viajei sozinha.

1. É perigoso viajar sozinha?”

Mosque em Cairo
Mosque em Cairo

Sim e não. Perigo há em todos os lugares, alguns mais e outros menos. O importante é manter-se alerta e tomar cuidado. Algumas dicas são:

– Tente sair à noite com outros viajantes, como mochileiros que conheceu nos albergues. É mais difícil algo acontecer com um grupo de pessoas do que se estivesse sozinha.

– Deixe a maioria dos seus pertences, como a maior parte do dinheiro, passaporte ou algo valioso que tenha em armários com cadeado no albergue (a maioria dos albergues oferecem esse serviço)

– Tente sempre andar por ruas iluminadas e com mais pessoas

– Se estiver indo em algum tour, verifique se a companhia é verdadeira ou foi recomendada pelo albergue ou alguém de confiança

2.”Ouvi falar de alguém que foi roubada enquanto estava viajando”

Também já ouvi falar de alguém que foi roubado. Pra não dizer que nunca aconteceu comigo, já tive um vidro de perfume roubado da minha mala. Para diminuir as chances de isso acontecer, eu nunca carrego nada valioso comigo quando estou viajando, e depois desse incidente sempre levo vidros pequenos de perfume.

Não há necessidade de levar laptops caros, joias ou um vidro grande de perfume na sua viagem. Quando viajo levo somente meu celular, que uso para internet, mídias sócias, fotos e e-mails. Tudo em um aparelho só. Se precisar usar um computador, a maioria dos albergues oferecem de graça ou por uma pequena quantia o uso de computadores, ou saberão de algum lugar próximo onde poderá usar.

Paris

Para não ter problema de ter o dinheiro todo da sua viagem roubado, use um cartão pré-pago (Travel Card) da Visa ou MasterCard. Esse cartão permite que você retire dinheiro de um caixa eletrônico que aceite a bandeira (por exemplo Visa), na moeda do país. Quando estava viajando de mochileira usei o Travel Card e retirava do caixa eletrônico um valor que poderia usar por uma ou duas semanas no país. A acomodação ou outros pagamentos altos pagava diretamente com o cartão. É sempre bom autorizar algum parente ou amigo a recarregar o seu cartão para você em caso de emergência.

Outra sugestão é manter seus pertences como dinheiro, cartões, eletrônicos e passaporte com você enquanto estiver em trânsito. Além de ter a possibilidade de sua mala ser extraviada e poder perder seus pertences de valores, a sua mala não estará com você durante trânsito e estará vulnerável a alguém mexer e tirar algo dessa.

3. “O que faço se for roubada?”

Se seu passaporte for roubado precisará contatar o consulado do seu país no país onde está no momento. Isso te dará muita dor de cabeça, mas o consulado é o único que poderá te ajudar.

Para evitar problemas como extravio de bagagem ou roubo de objetos valiosos faça um seguro viagem. Além de te proteger contra furto também estará segura em caso fique doente na viagem e precisa ir ao hospital. Contas de hospitais podem ficar bem caras. Quando estava nos Estados Unidos precisei ir ao hospital e foi ótimo ter um seguro viagem porque a conta ficaria bem alta. O seguro viagem também pode cobrir em caso de perca de voo ou cancelamento, desastres naturais, e até morte. Leia com cuidado as cláusulas do seguro para ter certeza que estará assegurada a tudo que em caso necessite.

Leia também  10 países mais baratos para viajar

4. “Quais países são mais seguros para viajar?”

Times Square
Times Square

Pela minha experiência países europeus, da Oceania, Estados Unidos e Canadá são lugares que aparentemente me senti mais segura. Lógico que é necessário tomar precauções em qualquer lugar, mas esses citados se sentirá mais confortável em andar com câmeras mais caras, jóias, ou com um pouco mais de dinheiro na carteira.

Outros lugares que considero relativamente seguro são países Asiáticos. Não que não haja nenhum perigo, mas muito desses países são voltados ao turismo e não querem ter uma má reputação.

Os países considerados mais perigosos são os da América do Sul e África. Infelizmente o Brasil está nesse grupo. Por outro lado se você mora no Brasil, vai conseguir passar bem na maioria dos outros lugares sem ter muitos problemas. Além de saber como agir e não se colocar na maioria de situações de perigo.

Em minha opinião, lugares que talvez sejam mais difíceis para mulheres viajando sozinha sejam países árabes de religião muçulmana. Mais pelo preconceito contra mulher do que pela segurança.

Por último, países em guerra ou conflito, são com certeza os mais perigosos. Se não conhecer ninguém que mora no país que possa te levar a lugares que estejam livres de perigo de ataque, talvez seja melhor deixar pra visitar esse lugar em outra ocasião.

5. “Não poderei visitar países que não são considerados seguros?”

Não é porque um país é considerado perigoso que você não pode visitar. Afinal turistas visitam as favelas do Rio de Janeiro por mais que sejam consideradas perigosas.

Se não se sentir seguro de visitar algum lugar ou for aconselhado a não ir sozinho, recomendo ir com um guia turístico. O guia será a melhor opção pois conhece o local muito bem e pode te explicar a história também. Quando estava no Egito fui aconselhada que como mulher não seria recomendável viajar sozinha. Fui então em um grupo com um guia turístico local. Com certeza aproveitei mais assim, pois conheci locais que não seriam possíveis sem uma pessoa local para me levar e também me senti mais segura na minha viagem.

Se tiverem qualquer dúvida sobre viajar sozinha pelo mundo deixe seu comentário. Espero que esse artigo tenha ajudado e acabado com muitos dos medos.

4 comentários em “Viajando sozinha em segurança

  1. Talvez eu pudesse acrescentar que o “medo” costuma atrair os acontecimentos, portanto, não ter medo de que algo ruim vai acontecer e, ao contrário, ter convicção de que vai dar tudo certo, poderia ser, para a maioria das pessoas, também uma boa forma de afastar o perigo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *