Viajando pelo mundo sem falar outras línguas

Se você achava que não poderia conhecer muitos lugares se não sabe falar outras línguas está muito enganado. Claro que saber falar inglês ajuda muito, mas já viajei pra muitos lugares que o inglês não foi de nenhum uso. Pare de arrumar desculpas para não ir viajar. Esse artigo vai mostrar como pode visitar muitos lugares sem ser um poliglota.

Bondinho em Lisboa
Bondinho em Lisboa

1. Alguns países falam português

Existem 10 países no mundo que o português é a língua oficial. Claro que o Brasil é o maior país dessa lista, mas há outros como Moçambique, Angola, Portugal, Guiné-Bissau, Timor-Leste, Guiné Equatorial, Macau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Desses países só conheço o Brasil (claro) e Portugal.

Portugal é um lugar lindo, com muita comida e vinhos bons e muitos lugares para se explorar. Além disso, os portugueses adoram a cultura brasileira e você vai se sentir quase que em casa. Esse país também é um dos mais baratos para se visitar do oeste europeu.

2. Existem algumas línguas bem parecidas com o português

Línguas como o espanhol e o italiano tem muitas similaridades com a nossa língua. Sei que não é a mesma coisa, mas se falado pausadamente, numa conversa, é possível entender a maioria das palavras. O italiano e o espanhol também farão o possível para te entender, o que ajudará na comunicação.

Quando viajei pela Espanha consegui me comunicar bem com a maioria das pessoas de lá. Claro que existem momentos que me perdi na conversa, mas tudo vira diversão. Com certeza tive uma melhor experiência no país falando o meu “portunhol”, do que muitos que falam somente o inglês.

Falando o “portunhol” irá aumentar o número de países que poderá se comunicar de “somente aqueles que falam português” para “todos os países da América Latina que falam espanhol, Espanha e países de língua portuguesa”.

Quem disse que língua seria uma barreira para viajar?

Sabe de outra coisa? Os italianos também entendem um pouco de “portunhol”. Quando estava em Roma fiz uma mistura de português com “portunhol” e sabe o que virou? Uma conversa. Um pouco engraçada em algumas horas quando ninguém se entendia, mas no todo, virou uma boa conversa nessa língua que inventei que não sei como foi entendida por italianos. Não esqueça também que eles adoram falar com as mãos, então entendem bem a linguagem de gestos.

Leia também  Top 5 lugares para visitar em Paris
Plaza de España em Sevilla
Plaza de España em Sevilla

3. Aprenda algumas frases básicas

Desde que comecei a viajar aprendi muitas línguas, não sei o suficiente da maioria pra dizer que sou poliglota, mas com certeza sei falar “oi” e “tchau” em quase 10 línguas.

Viajar não é um bicho de sete cabeças e a maior parte dos lugares que visitar as pessoas locais farão o possível pra te entender. Aprenda algumas frases básicas de sobrevivência e terá uma ótima viagem.

Algumas frases que recomendo que aprenda na língua do país que estiver visitando são:

helloOlá / Tchau

Bom dia / Boa tarde / Boa noite

Obrigada / De nada / Por favor

Sim / Não

Com licença / Desculpa

Quanto custa? / A conta por favor

Não falo … (por exemplo inglês, francês) / Você fala português?

Onde fica…? / Direções: esquerda, direita

Como não dá pra memorizar todo o vocabulário, o resto terá que ser por gestos, que todo mundo entende.

Existem também vários aplicativos para smartphones que poderão servir como o seu tradutor particular. Provavelmente o mais popular e completo é o Google Translate, além de ser gratuito.

O mais importante é não ter medo de errar. Às vezes esquecemos que passamos dois anos de nossas vidas, quando bebês, sem saber falar e mesmo assim conseguíamos nos comunicar. Use as mesmas táticas que usava no passado, poucas palavras e gestos, e vá viajar.

O que achou desses artigo? Você concorda que dá pra viajar sem falar outras línguas? Deixe seu comentário

6 comentários em “Viajando pelo mundo sem falar outras línguas

  1. Falo apenas um pouco de italiano….já conheci como mochileira e maior parte do tempo sozinha ….EUA,Espanha,Portugal,França,Inglaterra,Suiça,Italia ,Argentina ,Belgica e Uruguai…somando todo o tempo 153 dias…acho que inglês teria me ajudado muito,mas farei outra de 32 dias no final do ano,e estou bem tranquila .

    1. Também concordo que inglês ajuda, mas aprendendo a falar um pouquinho da língua do país que irá visitar ajuda mais ainda. É bom saber de pessoas como você que não tem medo de explorar o mundo 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *