O melhor Carnaval do mundo: Salvador

Amanhã, quinta-feira é a abertura oficial do Carnaval em Salvador, mas a festa já começou não oficialmente a mais de um mês atrás nesta cidade.

Eu sei que o Rio de Janeiro é o maior Carnaval do mundo, segundo o Guinness Record, mas Salvador é a maior festa organizada de rua do mundo. São 2 milhões de pessoas por ano concentradas em três circuitos, Dodô (Barra-Ondina), Osmar (Campo Grande) e Batatinha (Pelourinho).

Eu amo a energia e animação do Carnaval em Salvador. Quem foi sempre quer voltar. Para quem nunca foi é difícil explicar porque é tão bom, mas sempre falo que é como se a energia viesse do chão e é tão contagiante que não tem como ficar parado.

Há três formas de curtir esse Carnaval: na Pipoca, com Abadá e no Camarote.

Pipoca

Vista do mar de pessoas no Carnaval
Vista do mar de pessoas no Carnaval

Essa para mim é a melhor maneira de aproveitar o Carnaval de Salvador. É de graça e dá a liberdade de curtir qualquer trio elétrico que quiser. Claro que ás vezes fica apertado e é muita gente na rua, mas os meus melhores momentos no Carnaval foram na pipoca.

Existem lugares no circuito Dodô que são mais tranquilos para pular Carnaval mesmo na pipoca. Sempre escolho ficar em áreas que as ruas são mais largas e há mais espaço, pois ninguém gosta de ser amassado pela multidão. As melhores áreas são no farol da barra, onde fica a concentração dos trios elétricos; na Rua José Sátiro de Oliveira (Morro do Gato), na frente do Centro Espanhol, onde fica grande parte dos camarotes e pela rua ser larga e uma subida é ótimo para assistir os trios passar; e na área da Ondina. Então tem bastantes lugares para curtir o Carnaval na Pipoca sem problemas. O que eu não recomendo é ficar na área da praia da Barra, pois a rua é mais estreita e a concentração de pessoas é alta, não é uma boa combinação.

Também existem vários blocos “sem corda” e alguns artistas famosos como Saulo, Daniela Mercury e Ivete Sangalo que saem um dia em blocos sem o tão caro abadá. Se quiser ver a programação completa dos blocos “sem corda” clique aqui.

Abadá

Esse é o meu segundo jeito favorito de pular Carnaval, mas também um dos mais caros. Claro que preços variam bastante, blocos mais famosos são bem mais caros. Alguns abadás para um dia pode custar entre 600 a 800 reais.

Com o abadá você paga pelo privilégio de pular Carnaval dentro dos arredores da corda que fica em volta do trio elétrico. Cada bloco tem um número limitado de abadás que podem ser vendidos e na teoria você teria mais espaço para curtir o bloco sem ser espremido pela multidão. Na realidade, dependendo do lugar onde estiver (por exemplo, do lado do trio principal) você terá grandes chances de não poder se mover.

Bloco de Carnaval na Barra
Barra durante o Carnaval

Em 2015, comprei um abadá para o bloco do Saulo, para a quinta-feira de Carnaval. Simplesmente adorei, foi muito divertido, mas também cansativo. Por mais que não tenha saído barato, acho que valeu a pena o investimento.

Para comprar abadás ou entradas para camarotes poderá usar os sites do Central do Carnaval e da Axé Mix. A maioria das pessoas são organizadas e compram abadás com bastante antecedência, mas se você é desorganizado como eu fui o ano passado e deixou para comprar abadás de última hora, ainda há um jeito. Há uma feira de abadás no aeroclube onde poderá trocar, vender ou comprar abadás. Geralmente os preços são mais caros, mas às vezes se comprar um pouco antes do bloco sair até consegue um desconto. Nunca se sabe, tudo vai depender da demanda.

Camarote

Em minha opinião não é o modo mais divertido de curtir o Carnaval, mas se você não gosta de multidão e prefere curtir a festa em conforto, essa é uma boa opção. O ano passado, comprei um dia de camarote do Axé Bahia na Barra. Comprei para o domingo, pois é um dia muito cheio nas ruas e depois de festejar desde quarta-feira, foi uma ótima opção ter um dia mais tranquilo. Geralmente camarotes com bebidas inclusas (All Inclusive) são até mais baratos que muitos abadás e tem o conforto de um banheiro limpo, praça de alimentação, DJ e alguns tem até massagem e customização de camiseta.

Pôr do sol na Barra
Pôr do sol na Barra

Como o camarote Axé Bahia fica na Barra, os trios elétricos saem por volta das 3 da tarde e a meia noite sai o último bloco. Se você prefere chegar e terminar mais tarde, os camarotes na Ondina são uma ótima opção, como o Central, Cerveja & Cia e Skol Beats. Quanto mais pro final do circuito do Carnaval estiver o camarote, mais tarde irá começar e terminar.

Leia também  Arte nas ruas de São Paulo

Segurança

Muita gente fala que o Carnaval em Salvador é perigoso, mas uma grande aglomeração de pessoas bebendo por uma semana sempre causará problemas. O carnaval de Londres é somente dois dias e 1 milhão de pessoas que atendem o evento e todos os anos temos grandes problemas com segurança, mesmo com um alto número de policiamento. Então o perigo não é exclusividade de Salvador.

Pochete para evitar furtos
Pochete para evitar furtos

Para evitar qualquer problema e ter um Carnaval divertido se previna. O maior problema são os batedores de carteira. Então para evitar isso, leve o menos possível com você e coloque tudo o que estiver levando em um pochete debaixo da roupa. Recomendo levar dinheiro suficiente para o dia, chaves de casa e se quiser tirar fotos uma câmera barata ou um celular antigo, então se perder ou for roubado não terá grandes prejuízos. Não deixe nada em seus bolsos, pois correrá o risco de enfiarem a mão neles e você nem irá perceber.

Evite lugares que estiverem muito amontoados. Se for curtir na pipoca, procure ficar nas regiões que recomendei acima e lugares que há mais espaço. Ninguém quer ser carregado pela multidão.

Quinta e sexta feira são os dias mais tranquilos para aproveitar o carnaval. Sábado e domingo o número de pessoas quase dobra e lugares que antes eram tranquilos ficarão bem cheios. Segunda e terça também são muito lotados, mas a multidão vai diminuindo gradativamente.

Já fui a dois carnavais em Salvador e nunca tive nenhum problema, mas levo comigo só o necessário em uma pochete e tento ficar em lugares com menos multidão.

Transporte

Indo para o Carnaval com amigos de moto táxi
Indo para o Carnaval com amigos de moto táxi

Esse é o maior problema do carnaval, como chegar e como ir embora. O trânsito na cidade fica caótico, muitas ruas próximas ao circuitos fecham e é quase impossível andar de táxi ou ônibus.

A melhor maneira de chegar ao Carnaval é andando. E confie em mim, você vai andar muito. Então pode comer e beber o que quiser, pois gastará todas as calorias dançando e andando.

No final do circuito, na Ondina, é o melhor lugar para pegar qualquer transporte para casa, mas terá que andar um pouco até conseguir achar alguma rua que não esteja fechada.

Uma opção que não é muito segura, mas é a mais eficiente para ir e voltar do circuito são os moto-táxis. A maioria são irregulares, são somente pessoas que têm uma moto e querem ganhar um dinheiro extra nesse período de festas. Moto-táxi não é barato, geralmente custa entre 10-25 reais para levar uma pessoa só, mas eles são os únicos que circulam mais próximos aos circuitos e não ficam parados no trânsito.

Antes de entrar em qualquer moto-táxi tenha certeza que ele tenha um capacete para você usar e avise que não está com pressa, pois quer chegar ao Carnaval, não no hospital. Há muitos acidentes de moto todo ano, então tenha certeza que o seu moto-táxi será responsável.

Algumas dicas

  • Vista roupas confortáveis, que te possibilitem dançar e pular bastante. O calçado é o mais importante. Nada de salto-alto e sandálias, prefira um tênis bem confortável e que você não se importe de ficar sujo.
  • Não se esqueça de se alimentar bem. Faça uma refeição saudável antes de sair de casa, pois no circuito de Carnaval as opções não são muito saudáveis. Escolha alimentos que foram preparados na hora, como hambúrgueres e tapiocas. Não recomendo comer uma pizza ou cachorro quente que ficou exposto ao sol o dia todo.
  • Beba bastante água. O seu corpo não vive só de cerveja. É muito calor nessa cidade e precisará se manter hidratado.
  • São muitos dias consecutivos de festa, então não se sinta mal se estiver muito cansado. Tire um dia de folga e vá para a praia recuperar as energias.
  • Para quem tem muito pique, na quarta-feira de cinzas há uns blocos que saem às 11 da manhã chamado Arrastão. Esses são blocos geralmente liderados pela Ivete Sangalo e Carlinhos Brown e fecham o circuito Dodô no Carnaval. Fui uma vez no arrastão, é muito animado e divertido, mas com certeza é super cansativo.

Infelizmente neste ano não estarei participando desse Carnaval, mas provavelmente irei para o próximo. Para aqueles que estão indo pular Carnaval em Salvador ou em outro lugar do Brasil, deixe seu comentário abaixo, sobre a sua experiência. Também quero saber qual o seu Carnaval favorito e aproveitem muito.

2 comentários em “O melhor Carnaval do mundo: Salvador

  1. Gostei muito das suas dicas para o carnaval de Salvador. Estive este ano no circuito Dodo e fui de moto taxi que foi regulamentado pela prefeitura, mas continua tendo os clandestinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *