Intercâmbio na Inglaterra: como organizar tudo você mesmo

Agora que você decidiu fazer seu intercâmbio, escolheu qual país ir e contou para sua família e amigos sobre sua decisão, terá que decidir se irá viajar por agência ou por conta própria.

Algumas coisas que precisa levar em consideração:

  1. intercâmbio na InglaterraQual é o seu nível de inglês? Organizar seu intercâmbio sozinho significa que terá que lidar com a escola, acomodação, visto (se necessário) e transporte por conta própria. Necessitará ter pelo menos um inglês intermediário para planejar tudo isso.
  1. O quão independente você é? Não é fácil fazer todo o planejamento sem ajuda de um profissional e você necessitará de uma atitude “can do” (posso fazer) e também estar pronto para resolver qualquer problema que aparecer.

Quando vim estudar na Inglaterra, resolvi organizar minha viagem por conta própria, pelo fato do valor ser bem mais barato e também por ter mais liberdade de escolher a escola e acomodação que queria.

Já fiz intercâmbios das duas maneiras. Para os Estados Unidos fui como Au Pair por agência de intercâmbio e para Londres organizei tudo por mim mesma. As duas maneiras dão muito trabalho. Se decidir que a melhor forma para você seja sem uma agência de intercâmbio, coloquei algumas dicas que serão úteis para o seu planejamento.

1.Escolhendo a escola

Escolas em LondresEsse é o passo mais importante e uma decisão difícil de tomar. Como escolher uma escola de inglês sem visitá-la e estando em outro país? A melhor maneira é por indicação. Procure por algum amigo que tenha estudado no Reino Unido, em páginas no Facebook e fóruns na internet e tome sua decisão baseada na experiência de quem já estudou na cidade para onde quer ir. Não é qualquer escola que pode te fornecer o visto de estudante, então é bom pesquisar bem antes de se matricular.

Muitas das escolas de inglês conhecidas por brasileiros terá alguma pessoa que ajuda com o visto e matrícula e que fala português. Isso te ajudará muito nos trâmites para se matricular na escola, principalmente se seu inglês não é lá aquelas coisas.

Quando vim morar em Londres, escolhi uma escola por indicação de uma amiga que já havia estudado aqui. Infelizmente, não posso indicar o lugar, pois parece não estar funcionando mais (talvez não fosse tão boa quanto pensava), mas o site Brasileiros em Londres tem uma lista de escolas de inglês em Londres.

Não se limite somente a cidade de Londres na sua escolha de escola. Outras cidades na Inglaterra são muito mais baratas para se morar e isso poderá fazer a diferença de quanto tempo ficará por aqui.

2.Visto

passaporte e vistoEm minha opinião, me matricular na escola e organizar acomodação não foi complicado, mas a parte que me deu muita dor de cabeça foi obter o visto de estudante pelo consulado britânico no Brasil.

Para quem quer vir somente para fazer um curso de curta duração ou estudar inglês por menos de 11 meses o processo de visto é bem mais simples, mas se quiser fazer um curso de longa duração (1 ano ou mais), ou uma faculdade (como fiz após um ano estando em Londres) o processo é um pouco mais complicado, pois necessitará do visto tipo Tier 4.

Se estiver no Brasil e precisar desse tipo de visto, recomendo contratar uma empresa especializada nisso. As documentações necessárias são bem difíceis de compreender no site gov.uk. Eu tentei organizar a documentação sozinha e tive o meu visto negado e perdi todo o dinheiro pago para o consulado britânico para o processo.  Na minha segunda tentativa, não queria mais arriscar e contratei uma empresa de visto especializado para conferir meus documentos antes de enviá-los. Têm coisas que vale a pena economizar, essa não é uma delas. Existem muitas empresas que fazem esse serviço e custa entre 100 a 300 reais, dependendo da empresa e do serviço oferecido.

Leia também  Inverno em Londres

Note que as leis para estudo no Reino Unido mudam constantemente.  Se informe com a escola que irá estudar sobre qual tipo de visto irá precisar. O site do British Council também dá mais informações e está em português. Se ainda assim estiver em dúvida, fale com uma empresa especializada em visto para o Reino Unido. Geralmente as empresas respondem dúvidas de graça (eu sei, pois liguei para muitas empresas quando estava organizando o meu visto).

3.Acomodação

casas em LondresEste vai depender de quanto tempo irá estudar na Inglaterra. Se for ficar somente algumas semanas, o mais recomendável seria se hospedar em um albergue ou acomodações estudantis. Muitas vezes a própria escola oferece acomodação por um valor a mais.

Se planeja estudar por um período mais longo, o melhor a fazer é alugar um quarto em uma casa. É muito comum dividir casa com outras pessoas aqui, então não será difícil achar esse tipo de acomodação. Eu uso os sites Gumtree e Spareroom para procurar quartos disponíveis.

Preços para um quarto em uma casa em Londres para uma só pessoa variam entre 100 a 150 libras por semana, dependendo da localização. Londres é divida por zonas. A zona 1 consiste do centro da cidade, e consequentemente a zona 2, 3, 4, 5 etc são mais longes do centro. Geralmente quanto mais longe do centro, mais barato o aluguel (existem algumas exceções). Escolha uma área que é relativamente próxima da sua escola, mas não na zona 1, pois os preços nessa área são altíssimos. Zonas 2 e 3 são geralmente áreas boas para se morar.

Para alugar um quarto precisará pagar um depósito. O valor de depósito varia entre 2 a 6 semanas de aluguel. Há muitos quartos que são oferecidos por 2 semanas de depósito, o aluguel é pago semanalmente e para se mudar só é necessário duas semanas de aviso prévio. Acredito que esta seja uma ótima opção para quem irá estudar por alguns meses na Inglaterra.

É sempre recomendável visitar o quarto pessoalmente antes de alugá-lo. Então se está planejando estudar por um período mais longo, fique hospedado em um albergue até achar um quarto ideal para você.

Saiba que a demanda por quartos é alta. Então se você visitou um local que gostou, mostre interesse e diga que gostaria de mudar no ato, pois se parar para pensar demais no dia seguinte alguém terá alugado o quarto na sua frente.

Uma última dica. Eu sei que essa vai parecer meio radical, mas se vier para Londres para estudar inglês, tente morar com pessoas que não fale português e faça amigos que sejam de outras nacionalidades. Eu sei que é difícil, pois estará em um país diferente, com uma língua que não sabe falar direito, mas falar português no dia a dia irá te atrapalhar muito no seu aprendizado da língua inglesa.

Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo

14 comentários em “Intercâmbio na Inglaterra: como organizar tudo você mesmo

  1. Olá!

    Muito boas as dicas.
    – Qual o valor em média que você investiu e o tempo total que ficou?
    – Você chegou a trabalhar?
    – Pra tirar o visto você já estava matriculada na escola?

    Abs

    1. Olá Cassio, que bom que gostou das dicas!
      Eu ainda moro em Londres, já faz 5 anos que mudei para cá.
      Quando vim fiz um ano de curso de marketing e depois entrei na faculdade aqui e estudei por mais 3 anos.
      Eu acho que o curso foi 3 mil libras por ano.
      Eu sempre trabalhei aqui em Londres enquanto estudava. Arranjei trabalho em um restaurante aqui em uma semana, mas já falava inglês, então ajudou bastante.
      Acredito que precisa estar matriculado na escola para tirar o visto, mas é sempre bom checar pois as leis de imigração pro reino Unido mudam toda a hora.
      Se tiver mais alguma dúvida é só perguntar
      Abs

  2. Querida tudo bem?
    Para uma criança de 16 anos, curso de 1 mês, você acha vantagem organizar do seu modo ou através de agências, falo no sentido de transfer do aeroporto para o local? Conhece algum brasileiro que cobra esse serviço ai de pegar no aeroporto e deixar no local de acomodação, depois levar ao aeroporto para voltar ao Brasil?
    Grata
    Beijo e prosperidade ai!

    1. Olá Luciana. Estou bem e você?
      Como falei no artigo, dá um pouco de trabalho para organizar o intercâmbio por conta própria, mas acaba saindo bem mais barato. O que você pode fazer é organizar a acomodação pela própria escola de inglês (algumas escolas oferecem esse serviço), o que facilitará bastante. Em questão de transporte do aeroporto, não conheço nenhum brasileiro que faz esse serviço, mas uma alternativa seria usar o Uber ou um taxi no aeroporto mesmo.
      Se tiver mais alguma dúvida é só perguntar
      Beijo

      1. Obrigada Nathália pela rápida resposta.
        Então, esses serviços de transfer aeroporto e local da acomodação via taxi, aqui no Brasil eu não confiaria em deixar uma menina de 16 anos, e aí como é a questão da honestidade e segurança em relação aos taxistas?

        1. Aqui é bem tranquilo. As companhias de taxi como Uber and Adison Lee, e também os “black cabs” são bem confiáveis.
          Comparado ao Brasil, a Inglaterra é um país bem seguro.

  3. Olá Nathalia. seu site esta me ajudando em varias coisas, e estou adorando as dicas de Londres. Então estou com umas duvidas sobre Londres, e gostaria se você poderia me ajudar. Ok, vamos lá. rs

    Então estou com planos de ir para Londres, visitar meu namorado inglês (que no momento vive comigo aqui no BR). Ele iria primeiro que eu, para fazer a carta convite, e depois eu iria uma semana depois. O problema que não tenho quase nenhum vinculo com o Brasil. pois faz 3 meses que voltei de um trabalho voluntario de um hostel, e depois fiquei parada. Gostaria de saber quais documentos posso levar para comprovar o vinculo ? No momento não trabalho e nem estudo, e vou receber ajuda de minha família. Uma carta de custeio poderia ajudar ?
    Seguro saudade/viagem e necessário para Inglaterra ?
    Sobre a carta convite, meu namorado poderia fazer ele mesmo. ou no caso a tia dele, pois ele vive com ela.
    E mais uma duvida. rsrs
    Estou querendo comprar a passagem para ficar duas ou três semanas em Londres. Mas depois posso mudar a passagem normalmente e não terei problema com a imigração ?

    Espero que possa me tirar essas duvidas. rs

    At.

    1. Então aqui em Londres a imigração turística é bem tranquila. Vim como turista uma vez antes de mudar para Londres e quase nem fizeram nenhuma pergunta, somente o que estava fazendo em Londres e quanto tempo e onde iria ficar.
      Várias vezes minha família veio me visitar e também nunca pediram nenhum documento e nem fiz nenhuma carta convite e foi sempre tranquilo.
      Nos Estados Unidos eles são mais rigorosos, mas na Europa é mais tranquilo.
      Seu namorado ou a tia dele poderia escrever uma carta convite, mas só entregaria a imigração se pedissem.
      Fica tranquila

  4. Olá Nathalia,
    Parabens pelo texto, ótimas dicas, muito esclarecedoras.
    Gostaria de pedir sua ajuda e opinião para o seguinte:
    Pretendo estar com minha filha por 2 a 3 meses em Londres. Eu tenho 54 anos e ela 18 anos. Pretendemos fazer um curso de Ingles, Você sabe de alguma escola que tenha cursos para minha idade? Precisamos pegar visto só para este periodo ou poderemos deixar tudo pra resolver no aeroporto quando chegarmos? Precisamos de algum lugar tipo aluguel de quarto como voce disse, qual seria um bom bairro com um preço mais em conta. Desde já te agradeço. Grande abraço! Boa Sorte pra você!

    1. Olá Maria,
      Obrigada, fico feliz em poder ajudar.
      Em questão da escola, vocês poderiam estudar na mesma escola. As escolas de inglês não tem restrição de idade.
      Vocês também não precisam de um visto para estudar inglês por menos de 6 meses, poderá estudar com o visto de turista que é concedido quando chega em Londres.
      Eu recomendo reservar um quarto pelo site Airbnb.com pelos primeiros dias em Londres até conseguirem alugar um quarto.
      As áreas na zona 2 no metrô são boas, principalmente no oeste de Londres.
      Em questão de preço tem que dar uma procurada quando estiver em Londres nos sites que passei, mas a média de preço geralmente é a mesma nessas áreas. Vocês também podem dividir um quarto para ficar mais barato.
      Se estiver mais alguma dúvida é só perguntar e boa sorte. Abraços

    2. Olá Maria, deu uma pesquisada e acredito que precisará pegar visto para estudar. As leis mudam bastante, então é sempre bom checar com a escola sobre o visto.
      O visto chama “short-term study visa”. Custa 85 libras por 6 meses e te dá direito a estudar um curso como inglês, mas não poderá trabalhar. Esse site dá mais informações, mas tá em inglês https://www.gov.uk/study-visit-visa

  5. Olá!!! Amei as dicas!
    Eu tenho várias dúvidas ainda embora vivo pesquisando sobre como morar na Inglaterra (não necessariamente em Londres), como estudar, trabalhar…
    Eu vou completar 18 anos em abril e tenho inglês intermediário, eu queria ir pra Inglaterra pra ficar um tempo e construir uma vida aí, não sei se vale a pena ir por conta própria (nem se é possível) sem ser pra estudar ou se vale a pena ir pra estudar. Acho que ficou meio confuso mas enfim, se puder ajudar eu agradeceria muito!

  6. Estarei fazendo intercâmbio em Bournemouth por 3 meses e duas semanas, e a minha principal dúvida é com relação ao visto e as formas de poder sacar dinheiro na Inglaterra, em geral? Desde já, agradeço a ajuda!

    1. Olá Paulo,
      Você não precisar de visto para cursos com menos de 6 meses, mas terá que provar que você estará estudando na Inglaterra quando chegar.
      Esse website tem todas as informações sobre visto para o Reino Unido https://www.gov.uk/check-uk-visa/y
      Sobre sacar dinheiro você terá que ver com o seu banco e quais são as taxas para saque.
      Há a opção do MasterCard/Visa Travel Card http://www.mastercard.com/br/consumidores/travel_card.html . Não é uma boa opção se precisar sacar dinheiro toda hora, mas é ótimo se usar o cartão para pagar algo. Aqui na Inglaterra, o cartão é aceito em praticamente todos os lugares.
      Se precisar de mais ajuda você pode me contatar diretamente no nathalia@viajantesemfronteira.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *