Guia Prático de Praga

Pra quem está seguindo o blog no Instagram sabe que estava viajando em Praga. A cidade é linda, com muitos prédios históricos e bem conservados. Além de um povo super amigável e comida e bebida maravilhosa. Se está planejando uma viajem para a Europa, Praga precisa estar na sua lista.

Para ajudar novos viajantes, eu coloquei algumas dicas sobre essa cidade.

1. Voos

Há muitas companhias aéreas que voam para Praga da Europa, mas as mais baratas são EasyJet, Rynair e Wizz Air. Todas as três são bem básicas, literalmente você estará comprando só o voo, e terá direito a somente uma mala de mão pequena. Essas companhias oferecem, por um pequeno valor, adicionar várias comodidades como mala de despacho, escolha de assento com mais espaço, e comprar bebidas e comidas no avião. Eu voei pela Wizz Air, somente pelo preço estar mais barato do que a concorrência. Foi minha primeira viagem com essa companhia. Não é uma ótima companhia aérea, mas pelo preço não tenho nada a reclamar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A moeda do país é Coroa Checa. A conversão entre o Euro é 1 EUR = 27 CZK, e entre o Real é 1 BRL = 6 CZK.

Circulam no país moedas de 1, 2, 10, 20 e 50 coroas e notas de 100, 200, 500, 1000, 2000 e 5000 Coroas.

3. Airport Express

O modo mais barato e conveniente para chegar do aeroporto ao centro de Praga é usando o ônibus Airport Express. A viagem custa 60 coroas e sai do aeroporto a cada 30 minutos (por exemplo as 2:00 e ás 2:30). O ônibus vai até a estação principal de Praga (Hlavní nádraží), mas se você estiver hospedado próximo a Old Town Square, como eu estive, a melhor opção é parar antes em Náměstí Republiky que é a primeira parada e penúltima também.

No sentido contrário, de Praga ao aeroporto, o ônibus não fará nenhuma parada, então terá que ir até a estação principal, Hlavní nádraží, para pegar o Airport Express.

Rio Vltava
Rio Vltava

4. Preços

Comparando ao resto da Europa, Praga é um das cidades mais baratas. Para ter uma ideia de preço, abaixo coloquei quanto geralmente custa por pessoa para comer fora:

  • Café da manhã entre 100 á 250 coroas. Vai depender do local aonde come e quantidade, mas por 100 coroas da pra comprar um café e um croissant recheado.
  • Almoço vai depender de qual tipo você vai ter. Terá a opção de um sanduiche rápido com uma bebida que sairá por volta de 120 á 160 coroas, mas se preferir almoçar em um restaurante o cardápio será bem parecido com jantar e os preços também o que sairá por volta de 170 a 300 coroas por pessoa.
  • Jantar vai depender do local aonde comer. Muitos restaurantes em áreas turísticas, como Old Town Square, os preços são bem mais altos. Tente jantar um pouco mais longe de pontos turísticos, os preços serão mais baixos e a experiência e comida mais autêntica. Durante jantares geralmente gastei entre 250 á 350 coroas, isso incluindo sempre uns vinhos.
E uma dica muito importante, em restaurantes e bares, é necessário adicionar na conta final 10% a 15% de gorjeta. A taxa de serviço não é inclusa na conta, então o garçom espera que você mesmo adicione.

5. Bebidas alcoólicas

A Republica Tcheca produz sua própria cerveja e vinho, são considerados de boa qualidade e os tchecos tem muito orgulho da sua bebida. Um copo de meio litro de cerveja geralmente custa entre 30 á 60 coroas, mas em lugares mais turísticos pode-se encontrar por mais caro. Uma taça de vinho de 200 ml geralmente custa entre 35 á 90 coroas, o preço vai depender do local do bar ou restaurante e se o vinho é nacional ou importado.

Leia também  Top 5 lugares para visitar em Paris

Os tchecos também produzem destilados, os mais famosos entre eles são o Becherovka, um licor digestivo feito de ervas, o Fernet, uma outra bebida feita de ervas, e o Slivovice, que é feito de ameixas. Eu somente experimentei o Slivovice, mas ouvi dizer que todas essas bebidas são bem fortes, então experimente antes de comprar uma garrafa inteira.

Também experimentei o rum local chamado Tuzemák. Diferente do rum da América Latina, esse é feito com batatas ou beterrabas, mas tem um gosto bem parecido do rum Caribenho.

6. Língua

A língua falada no país é tcheco, mas na cidade de Praga a maioria das pessoas também fala inglês. Em cinco dias que estive na cidade não encontrei ninguém que não falasse inglês, mas é sempre bom aprender algumas palavras em tcheco.

Charles Bridge no Sábado
Charles Bridge no Sábado

Algumas palavras pro seu dicionário:

  • Oi / Tchau (informal)
    Ahoj – AH-hoy
  • Olá (formal)
    Dobrý den – DO-bree DEHN
  • Tchau (formal) – você também pode usar “tchau” que é bem mais fácil de pronunciar
    Na shledanou – NAH SLED-dah-noh
  • Obrigado
    Děkuji – DICK-kwee
  • Por favor
    Prosím – PRO-seem
  • Sim
    Ano – AH’noh
  • Não
    Ne – Neh

Quando estava em Praga falava normalmente Oi, Tchau e Obrigado em Tcheco e o resto em Inglês, o que é bem mais do que a maioria dos turistas falam.

Bonde
Bonde

7. Povo Tcheco

Pela minha experiência achei o povo muito amigável e sempre pronto para ajudar. São bem comunicativos e adoram quando turistas tentam falar a língua deles e experimentar as comidas e bebidas locais. Acho que eles adoram oferecer a bebida alcoólica Slivovice para turistas e ver a reação deles.

8. Transporte

O transporte público na cidade é muito bom. Existe a opção de usar metro, bonde, ônibus e táxi, mas a cidade de Praga não é muito grande e todos os pontos turísticos ficam bem próximos um dos outros. Quando estava em Praga andei por todos os lugares e não precisei usar transporte público em nenhum dos dias (somente o Airport Express). Fiquei hospedada em um Airbnb próximo á Old Town Square que fica no centro da cidade velha de Praga e próximo dos pontos turísticos.

9. Segway

A segway (veja foto) virou moda em Praga e há lugares para alugá-lo por toda a cidade. Poderá alugar por hora ou por dia, e também tem a opção de um tour com a segway. Eu prefiro andar, mas esse meio de transporte é muito popular entre os turistas, principalmente para tour, por ser um jeito mais rápido de conhecer toda a cidade.

Tour em Segway
Tour em Segway

10. Melhores dias para visitar

Praga é uma cidade muito turística, especialmente a parte da cidade velha. Cheguei numa quarta-feira e a cidade estava com muitos turistas, mas tranquila. Continuou assim até sexta, no sábado praticamente dobrou o numero de visitantes e ficou muito difícil de se movimentar na cidade. O bom é que já tinha visitado todos os pontos turísticos na cidade velha e pude ir visitar outras áreas.

Se puder recomendo quando for visitar a cidade de passar a maioria dos seus dias no meio da semana e poderá aproveitar mais.

Espero que essas dicas tenham ajudado. Fiquem ligados no blog que vou postar mais artigos sobre pontos turísticos, o que fazer e comidas típicas tchecas.

4 comentários em “Guia Prático de Praga

  1. Muito boa a materia ,so sentí falta de complementar dos perigos que tambem oferece praga ja que muitas pessoas sao víctimas de saqueamento en albergues,apartamento e carros arrobandos estive en praga en 2013 e tive esta experiencia con meu carro e muito constrangedor voce virar a esquina e ver sua roupa íntima espalhadas pela rúa ,pasar quase duas horas na policía e por nao conhecer o idioma e tampoco dominar o inglés sair Dalí sen nem un registro de ocorrencia para solicitar algum reparó do seguro ,creio que vale a pena seguir a materia con algunas tópicos sobre issso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *