Como viajar pela Austrália com 30 dólares por dia

Para quem está me acompanhando no Facebook e Instagram sabe que acabei de terminar minha viagem pela Austrália. Foram 20610 Km de estrada, muito sol e chuva, muito acampamento, muito frio e calor e muitos momentos inesquecíveis. O melhor de tudo é que gastei somente 30 dólares australianos por dia. Foi fácil? Não, mas valeu muito a pena.

Gastar pouco me fez ver um outro lado da Austrália, bem menos turístico e bem mais interessante. Conheci pessoas e lugares que fizeram essa viagem muito mais especial e divertida. Claro que gastando pouco passei por uns perrengues, mas isso faz parte da diversão.

Austrália é um dos países mais caros para visitar no mundo e normalmente um mochileiro gasta por volta de 100 a 130 dólares australianos por dia. Para que essa viagem fosse possível gastando menos de um terço do comum, tive que cortar muitos gastos como acomodação, alimentação e passeios turísticos, mas isso não quis dizer que a viagem foi pior, mas sim completamente diferente.

1. Acomodação

Não paguei por acomodação durante a viagem toda.

Esse é um dos maiores custos da viagem. Uma cama em um albergue custa por volta de 30 dólares por dia e esse custo já usaria todo o meu orçamento diário. Para cortar esse gasto optei por acampar, me hospedar na casa de amigos e com anfitriões do couchsurfing.

Para quem está acompanhando o blog sabe que optar por esse modo de viagem não foi fácil, mas me proporcionou conhecer outros tipos alternativos de vida com as pessoas que fiquei hospedada, como a tribo hippie em Nimbin, o santuário de cangurus, o nudista que lambia pratos e a vida praiana de Coral Bay. Também acampei em muitos lugares maravilhosos onde pudi ver até a Via Lactea a noite e também em alguns lugares que não foram muito legais como o mangue de crocodilos em Darwin, mas tudo isso faz parte da experiência.

Estrelas em Karijini National Park
Estrelas em Karijini National Park

Uma outra alternativa é dormir dentro do carro ou van. Conheci muitos viajantes que estavam fazendo isso. Só tenha certeza que o local é permitido passar a noite, pois na Austrália é proibido dormir no carro, a não ser que o local seja especúfico para isso.

Para não ter problema e não receber uma multa (300 dólares), eu usei o aplicativo WikiCamps. Esse aplicativo mostra todos os lugares de descanso e acampamento (de graça ou pago) na Austrália. Além disso poderá ver no aplicativo lugares para fazer churrasco, banheiros, chuveiros e pontos de interesse. Esse é um aplicativo essencial para quem está viajando por esse país.

2. Transporte

O nosso carro durante a viagem
O nosso carro durante a viagem

Esse com certeza foi o maior custo da minha viagem, pois não gastei nada com acomodação, mas muita gasolina foi gasta em 20 mil quilômetros!

Para viajar com um custo baixo há duas opções, comprar seu próprio carro ou van e vendê-lo no final da viagem (muitos até lucram com a venda) ou pegar carona. O transporte público na Austrália poderá ser uma opção se estiver viajando somente para cidades turísticas e na costa leste do país, mas de qualquer forma não posso comentar sobre essa opção, pois não usei.

Ter seu próprio carro é somente uma opção barata se estiver viajando em duas pessoas ou mais, pois assim poderá dividir os custos com gasolina ou qualquer outra despesa do carro. Geralmente viajantes compram carros e vans entre 1 mil e 5 mil dólares (isso vai depender muito da condição do automóvel). Também não pode se esquecer dos custos com documentação, impostos e seguro obrigatório. O estado de Victoria tem as taxas mais caras do país e Western Australia um dos mais baratos. Pense nisso antes de comprar um carro no estado.

Leia também  10 razões para começar a viajar

Para quem quer economizar mais ainda em transporte, pegar carona é uma boa opção. Isso pode ser feito na beira de estradas (o que é bem comum no leste australiano) ou muitas vezes outros mochileiros colocam anúncios nos albergues oferecendo caronas.

3. Alimentação

Como havia falado antes, o custo de vida na Austrália é alto. Para que essa viagem fosse possível com tão pouco, tive que cortar restaurantes e preparar minhas próprias refeições. Como estava viajando com uma amiga podíamos cozinhar as refeições juntas, o que diminui no custo.

Uma opção de lanche barato são as tortas de carne. Esse é um salgado muito popular e barato, geralmente custam entre 4 e 10 dólares (dependendo do local onde comprar) e são muito gostosos.

4. Passeios

A maioria dos passeios custam entre 40 a 400 dólares, sendo a grande maioria por volta de 100 dólares. Esses passeios dificilmente vão caber nesse orçamento tão baixo, então o melhor jeito é achar opções alternativas. Por exemplo um passeio para Great Barrier Reef custa a partir de 100 dólares, uma alternativa é fazer mergulho na ilha Magnetic (próxima a Townsville) ou Nigaloo Reef (costa oeste) onde poderá ver corais e vida marinha na beira da praia.

Ningaloo Reef
Ningaloo Reef

Durante 4 meses de viagem, paguei somente por um passeio, alimentar crocodilos no rio adelaide, mas ainda sim consegui um desconto de 15 dólares (preço original 45).

Muitos parques nacionais na costa oeste são pagos. O valor é pequeno, geralmente 12 dólares por carro, mas é bom planejar o custo no orçamento. Quando se viaja em um orçamento baixo qualquer dólar gasto faz diferença.

5. Controle seus custos

É importante manter um controle de custos diariamente.

Quando estava cruzando o outback em direção a Darwin gastei mais do que o limite de 30 dólares por dia com gasolina, mas quando não estava na estrada gastava por volta de 10 a 20 dólares por dia. Alguns dias irá gastar mais do que o planejado, então para manter a média de 30 dólares por dia terá que gastar bem menos em outros dias.

Durante a viagem checava regularmente minha conta bancária e dividia o valor pela quantidade de dias restantes na viagem. Assim sabia quanto precisava economizar ou poderia gastar.

Pôr do sol em Port Douglas
Pôr do sol em Port Douglas

Planejando bem a sua viagem e gastando o mínimo possível por dia significa que poderá viajar mais por menos e ainda assim aproveitar tudo o que o país tem a oferecer.

Gastando pouco me fez procurar por alternativas para passeios caros e a típica viagem de mochileiros pela Austrália. Dessa forma pude conhecer o verdadeiro espírito de morar na Austrália e tive a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas que não teria conhecido se estivesse ficado hospedada em um albergue. Viajar quase sem dinheiro me fez dar valor a pequenas coisas, como uma cama para dormir ou um banho de chuveiro quente.

Essa foi uma experiência incrível e que faria tudo de novo. Quem sabe…talvez fazer uma viagem de carro pelos Estados Unidos ou América do Sul. Sugestões?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *